Os deuses nunca estão certos.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [RP] Cyclothymia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Agma de Alraune
Cavaleiros de Ouro
Cavaleiros de Ouro
avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 02/08/2016

Ficha do personagem
HP:
800/800  (800/800)
CP:
800/800  (800/800)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: [RP] Cyclothymia   Seg Nov 07, 2016 2:05 am



Você se lembra de algo importante quando te cobram por isto, lhe disseram uma vez. Agma estava com um dos joelhos dobrados perante o extenso jardim do inferno. O odor livre e fecundo invadiam os seus pulmões fazendo com que apenas, tivesse livre enxergando as poucas belezas disponíveis naquele lugar. Haviam coisas pelas quais ele precisava agradecer também como se manter vivo livre de qualquer doença ou coisa fúnebre capaz de o fazer sofrer. Embora fosse por um curto tempo, mereciam um obrigado. As pétalas se eriçaram alegres ao seu contato e um sorriso apadrinhado logo transbordou de seus lábios, as memórias o traziam vontade de chorar, mas não em pensar quem governava aquele reino.

Hades. Possivelmente ele estava gargalhando das almas chorosas do inferno ou até mesmo aguardando alguma companhia. Agma você é um idiota ao pensar nisso, mas se aquele homem o recrutara para matar outros, o mínimo a fazer era apenas oferecer a sua maldita presença. Foi daí que então, dificultosamente lutou para se manter de pé sem cambalear, colocando dois ramos de hortênsias a flor da morte, por baixo do braço que se virou para caminhar rumo ao castelo. Risadas desordeiras e olhares estranhos o familiarizavam, mas nada o deixava ficar irritado. Não seria somente alguns comentários que o deixariam ficar parado de braços cruzadas atrás de uma esperança de ser envolvido em algo promissor. Afinal, Agma era uma pessoa muito faminta, por poder ou por qualquer coisa que impusesse autoridade.Por estas e outras, que deixava o rosto sempre a vista para ser contemplado por outros que logo sentiriam inveja e tão rápido, desejassem o matar. Entretanto Agma sempre deixará isso claro : Quem seria o corajoso? Ele conseguiria? Claro que não, imaginava.

Já estava prestes a subir as célebres escadarias do castelo sendo recepcionado pelas bestas de pedra até trocar um olhar totalmente cético contra os olhos mortos, pisando cada vez mais confiante contra o templo incólume. Os ombros quedaram contra as cortinas que camuflavam a pesada porta principal fazendo com que o espectro bufasse longamente revirando as orbes claras, puxando com os dedos sem demonstração de delicadeza. Seu corpo se convidou para o ambiente malditamente pouco iluminado e de atmosfera fria diminuindo a postura do queixo de alta e esplendorosa para baixa e derrotada, nuvens abandonaram seus lábios :

— Imperador Hades. - Iniciou em um timbre baixo e rouco, repousando as pétalas pouco a frente do rosto ofertando-as ao que descansava no topo sentado num trono ornado de trevas e escuridão. O enxofre o inebriava, todavia este detalhe era obliterado em questões de segundos. Logo, este ousa erguer ambas as íris ladrilhando o caminho para alcançar o rosto do imperador, falhou miseravelmente. — Este lugar não me parece tão bom quando está sem sua esposa, estou certo? - Comentou ainda baixo erguendo-se após uma reverência, cruzando os braços :

— … e acredito também, que deva se sentir solitário a qual, minha presença me parece bastante convidativa. - Completou erguendo ambos os palmos com um sorriso falsamente alegre aberto, no sentido de fazer uma piada interna entre ambos.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancer
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 50
Data de inscrição : 20/06/2016

MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   Qua Nov 09, 2016 11:55 pm

Hades encara Agma sem muita emoção. Na verdade, sem emoção alguma. Argh, se ao menos fosse uma mulher...

- Perséphone está ocupada fazendo algo importante, Agma. Por isso a sua Imperatriz não está aqui. Antes que me pergunte, eu respondo: é algo mais importante do que a sua existência jamais será para mim. - o deus abriu um sorrisinho provocador - Entretanto, a ausência de Pandora ainda assim me faz mal. Afinal, eu tenho certas... tarefas... que apenas ela pode cumprir. - Hades olha para o alto, pensativo. Quantas vezes ele levou Pandora ao prazer supremo sob o teto da Giudecca...?

Voltando à realidade, o Imperador Adriano do Inferno fita Agma entediado.

- Algo não tedioso em sua prisão?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Agma de Alraune
Cavaleiros de Ouro
Cavaleiros de Ouro
avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 02/08/2016

Ficha do personagem
HP:
800/800  (800/800)
CP:
800/800  (800/800)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   Qui Nov 10, 2016 1:11 am



De se esperar, o mesmo tom monótomo de repente foi exaurido entre ambos de uma maneira até opressiva para Agma que mesmo não sendo um dos mais sociáveis no inferno, ver tamanho olhar glacial do imperador também o deixava nauseada. Era um dos problemas em Hades, muito provavelmente ele era uma virulência desencadeada com rapidez e rápido demais de se alastrar. Agma respirou, talvez contou números inaudíveis por fim concordando de braços cruzados fitando as flores já murchas pelo constante cheiro de enxofre que cruzavam o reino :

— Ah, mas é claro. Você com certeza não se importaria com isto me olhando desta forma. - Sua acidez era incalculada, mas sabia que poderia falar a verdade livremente dentro da Giudecca. O fato mais veríditoc de toda vida era que você morreria logo, se deparasse a Hades que olhava seco sempre pronto para trocar sua estante de bonecas apelidados como espectros. Agma seria só mais um nos intermináveis servos que buscassem ter "piedade" no mundo exterior. 

Recuou próximo dos vitrais que apesar de estarem localizados no desfortúnio, eram coloridos e refletiam as luzes claras e claustrofóbicas do lado de fora. Em sua memória raramente se lembrava de Perséfone apenas sabia que saciava os desejos carnais do imperador quando desejasse e quando se atrevesse a usurpar de seu cargo de imperatriz fora do contrato, era punida radicalmente. Tossiu com o punho cerrado a frente dos lábios antes que pudesse dar prosseguimento :

— Acredito que sim. A qualquer fato, é mesmo uma pena. Era uma companhia leal no campo, acredito que era a única coisa bonita no meio daquilo. - Riu rouco olhando o reflexo das almas transeuntes se esquivarem confusas a qual tráfego tomar, o moreno afastou um fio impertinente da cabeça olhando atentamente a pele acinzentada da divindade anuindo lentamente em prova do seu tédio :

— As almas preferem perseguir os juízes, eu apenas decoro os corpos que apodrecem na frente da minha prisão. - O lábio lacrou demoradamente, a ideia de fazer parte de um serviço funerário não era uma das mais agradáveis, mas convinha-lhe que ser atribuído a algo depois de morto, tinham suas felicidades. Agma era ninguém quando vivo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Seijuro de Gêmeos
Juízes do Inferno
Juízes do Inferno
avatar

Mensagens : 10
Data de inscrição : 16/07/2016

Ficha do personagem
HP:
600/600  (600/600)
CP:
600/600  (600/600)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   Qui Nov 10, 2016 2:26 am



-Devo dizer que criatura nenhuma ousa me perseguir, e aquelas que são tolas o bastante para o fazerem, encontram seu fim pelas minhas mãos. Meu trabalho é julgá-las, direcioná-las para suas respectivas prisões. Algo que faço com prazer, para a honra de Lorde Hades.


Kyo chega de repente, caminhando até a frente de Hades, agachando-se sobre um dos joelhos e abaixando a cabeça. Estava ali apenas para reportar os fatos rotineiros daquele dia, mas não esperava encontrar outra pessoa ali. Não que fizesse alguma diferença, mas ao ver Agma encostado perto de um dos vitrais, Kyo não pôde disfarçar seu desprezo perante o fato de alguém praticamente indiferente peranto o Senhor dos Mortos.


-Agma, sugiro que expresse mais respeito. Lembre-se que é graças ao Lorde Hades que não é você que esteja vagando sem rumo por aqui. Me arrependo por você ter sido aceito como um dos espectros e demonstrar tamanha falta de respeito, mas me orgulho por não ter sido eu o Juiz que aprovou essa decisão. Sem mais delongas... Lorde Hades, felizmente não há nada fora do normal em seu esplendoroso reino. Existe algo mais que eu possa fazer pelo senhor?


Kyo dizia tudo aquilo na mesma postura, sem nem mesmo olhar para Agma ou Hades. Mantinha sua cabeça baixa, em respeito a divindade, apenas aguardando qualquer ordem que pudesse lhe ser conferida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancer
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 50
Data de inscrição : 20/06/2016

MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   Qui Nov 10, 2016 5:54 pm

O deus se deitou em seu trono ante à chegada e as palavras de Kyo. Hm.

- Kyo, quero que veja os andamentos dos trabalhos de Rhogan com suas quimeras. Quando prontas, quero que elas sejam soltas pelas prisões, a fim de compor... um sistema de segurança altamente eficiente. - o deus se virou para Agma.

- De fato, sinto a falta de minha esposa, Agma. A falta de Perséphone, Pandora... até mesmo de uma espectra agora me é... simplesmente terrível. Por vezes penso em nomear uma Pandora, mas ainda não encontrei ninguém com as... atribuições... para o cargo. Afinal, estar a meu serviço direto sempre que eu desejar não é algo que qualquer um pode fazer...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Agma de Alraune
Cavaleiros de Ouro
Cavaleiros de Ouro
avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 02/08/2016

Ficha do personagem
HP:
800/800  (800/800)
CP:
800/800  (800/800)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   Sex Nov 11, 2016 2:15 am




Enquanto era banhado pela luz moribunda, seus olhos piscaram no mesmo momento em que ouvia os pesados gonzos da porta rangerem denunciando mais uma chegada. Sua narina se contraiu sentindo o cheiro nobre dos juízes que sempre faziam suas entranhas revirarem como se fossem tocadas por mãos nuas. O tórax subiu em um relevo desconfortável, vendo que aquele se aproximava do deus dirigindo palavras fiés e muito confiantes típicas de seu cargo. Agma sorriu com cinismo soltando um riso baixo tal como com a fala logo escutada, revelando seu corpo encoberto pela sapuris pelas luzes claras e depressivas do ambiente :


— Acredito que sua educação escapou pelos dedos hoje, Kyo. - Sua tosse fora muito mais que ríspida para uma fala levemente calma, quase tão convencida de que estava certo. Quem ele pensava que era afinal? Seria muito mais justo alguém como ele mesmo ser remunerado por fatos simples como ficar de olho em outros guerreiros. Isto fervilhava Agma, um vulcão adormecido, um boneco amaldiçoado que se recusava sair da caixa. Seus olhos saltaram a mudança do assunto e assim seguiu os passos parando poucos metros do juiz. — … Afinal, eu não sou uma babá. E bem, creio que se julgasse logo notaria em meus olhos que sou tão merecente quanto você, sim? Mas é claro, é um assunto que teria a honra de resolver durante um chá ou talvez nos destroços carniceiros lá de fora. - Completou desviando as orbes azuis para Hades, que aparentava ainda permanecer naquela postura fria de um rei rodeado por mulheres. Aquilo era uma ideia incrível, se fartar de prazer e calor se de fato, Agma não tivesse um tipo de pele letal. Abriu um sorriso reconfortado de uma forma que dizia “Eu o entendo, mestre” :


— Talvez tudo que deseje possa estar na palma de suas mãos. - Algumas pétalas azuis saíram de seus dedos enquanto analisava sua anatomia curiosa contra a luz das velas que habitualmente, enfeitavam os candelabros ainda risonho nos devaneios que viajava. — Não precisa ser alguém importante para o satisfazer. Tantas mulheres lá fora, talvez isso o distraia. - Procurou melhor palavra que resumisse a expressão, mas desistiu quando desintegrou a escol pelas mãos. Suspirou cruzando os braços na altura do peito erguendo o queixo para o colega de equipe ao lado de forma que o envolvesse na interação :


— Você que gosta de satisfazer com mais “qualidade” os desejos de Hades, acredito que saiba do que estou dizendo. Um Pandora poderia fazer o exército inteiro latir como cães, já que este aqui do meu lado, senhor, poderia trazer cada corpo novo e jovem para vossa companhia. - Comentou com um movimento dos pulsos como se todos já soubessem do que se tratava.
br>

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Seijuro de Gêmeos
Juízes do Inferno
Juízes do Inferno
avatar

Mensagens : 10
Data de inscrição : 16/07/2016

Ficha do personagem
HP:
600/600  (600/600)
CP:
600/600  (600/600)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   Sex Nov 11, 2016 4:37 am



Não se movendo por nenhum momento, Kyo ouve as ordens de Hades referentes as quimeras de Rhogan. Para ele era uma surpresa que tal estratagema estivesse sendo posto em prática, tendo em vista a volatilidade característica de tais criaturas. Apesar do fato de que quimeras poderiam ser criaturas um tanto árduas de se lidar, Kyo tinha certeza que poderia lidar com tal tarefa sem maiores problemas. O que realmente lhe incomodava era a não cordialidade de Agma. Vê-lo tratar Hades como um mero conhecido era imperdoável aos olhos de Kyo. As provocações a ele eram relevadas sem dificuldades, mas não aceitava e não compreendia os motivos de Hades para não puní-lo por tal insubordinação. Porém, assim que Agma começa a falar, Kyo se levanta, virando-se até ficar frente a frente com o espectro de Alraune.


-O único a quem devo respeito é Hades. Ser cordial com aqueles abaixo de mim não passa de uma mera escolha sem sentido. Mas caso seja de seu interesse, terei prazer em detalhar todos os pontos que o tornam indigno de vestir tal sapuris durante esse seu chá.


Eis que Hades começa a falar sobre sua esposa e a falta que sentia, assim como Pandora e os prazeres que lhe faltavam na ausência dessas mulheres. A algum tempo já não via Perséphone ou mesmo Pandora, mas sabia que não estava em posição de fazer tais questionamentos. Apenas se contentava em saber o necessário, e nada além. Mas dita ausência parecia causar certo desconforto ao Rei dos Mortos, fato que incomodava o Juiz. Algo deveria ser feito logo, mas o que fazer era o problema a ser resolvido. Em alguns instantes, Agma se posiciona, falando sobre a vasta quantidade de corpos para satisfazer os desejos de Hades, assim como a nomeação de uma nova, ou até mesmo novo, Pandora.


-E mais uma vez o tolo profere palavras sem sentidos. Insultos, se posso dizer. Acha mesmo que nosso senhor pode se contentar com qualquer corpo? Que o que Hades sente não passa de tentações carnais? Deveria se envergonhar de pensar algo do tipo, Agma. E além disso... UM Pandora? Tem noção da tamanha idiotice que está dizendo? Por mais que seja uma honra poder ser responsável por trazer as mais belas concubinas a presença de nosso mestre, Pandora não é apenas um título passado somente para mulheres, mas sim a personificação viva daquela que deve atender aos desejos de Hades. Tal tarefa ser incubida a um homem é algo no mínimo inaceitável.


Kyo olhava para Agma sem expressar emoção alguma. Para ele, tudo aquilo que havia sido dito por Alraune não passavam de besteiras, uma infeliz tentativa de envergonhá-lo perante Hades. Por sorte, a tentativa não daria certo tão facilmente assim. Sem mais nada que pudesse tratar ali, Kyo simplesmente se dirige até as portas, parando por rápidos instantes apenas para se virar, e ouvir quaisquer respostas. Pelo pouco que conhecia sobre Agma, acreditava que o mesmo não deixaria a discussão acabar sem ter a última palavra. Sendo assim, por um gesto inédito de simples cortesia, Kyo decide não sair do local por hora, para que o espectro pudesse expressar o que quer que lhe viesse a mente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [RP] Cyclothymia   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[RP] Cyclothymia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya Future Generation :: Esferas :: 4ª Esfera: Giudecca-
Ir para: