Os deuses nunca estão certos.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [FICHA] - Khalil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kurtiz de Virgem
Berserkers de Ares
Berserkers de Ares
avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 07/07/2016

Ficha do personagem
HP:
400/400  (400/400)
CP:
400/400  (400/400)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: [FICHA] - Khalil    Ter Ago 09, 2016 3:58 am


Para alcançar a liberdade é necessário luta



FP - Khalil Bethel Ah-Nun



Nome : Khalil Bethel Ah-Nun
Sexo : Masculino
Idade : 20
Veste : Armadura de Velociraptor ( Esquadrao das chamas do reino de Ares )
País que Nasceu : Arabia Saudita




Características físicas:

Spoiler:
 



Características psicológicas:

Apesar de ter um ar maligno e traiçoeiro, Khalil não e um homem mal, mas também não chega a ser tao bom assim, pouco se importa de passar por cima de seu aliados para conquistar seus objetivos, em frente a população de seu reino tenta ser o mais atencioso possível para garantir que não ocorra nenhuma revolta contra seu trono, uma das coisas que mais irrita Khalil e ouvir comentarios tolos ao seu ponto de vista, e só depois de um indeterminado tempo ele volta a seu normal, em batalha não procura ter a iniciativa e sempre calcula tudo para que nada ocorra mal contra ele, quando não tem escapatória mostra ser brutal e pouco se preocupa com o sofrimento do adversario. Khalil sempre foi muito estratégico, e bom de lábia, conquista facilmente a amizade de quem ele deseja, depois da revolta contra o antigo governo Grego, ele conheceu ao deus Ares, que se interessou pelas habilidade do rapaz e lhe deu o poder para guiar o reino, em forma de gratidão Khalil sempre foi fiel a Ares e nunca mostrou ir contra as ordens de seu Deus.




História:

A Grécia, Khalil saiu de seu pais de nascimento rumo ao dito por muitos o paraíso, mas quando chegou ao local, percebeu que aquilo era o inferno. O pais cortou ligacoes com todos os países de fora, e nenhum estrangeiro era permitido em suas terras, como o Árabe entrou no lugar você se questiona, a resposta e simples, entrou ilegalmente com falsos documentos. Era mais exatamente o mês de novembro, o Árabe estava deitado em sua cama com belas mulheres ao seu lado enquanto assistia a Tv, tudo estava normal, quando um comercial atraente o seduziu por completo, " Venha trabalhar nas minas, e enriqueça em uma semana ", isso era uma jogada simples do governo, mas Khalil conseguiu ser enganado, no exato momento em que viu o comercial arrumou suas trouxas e partiu em direção a mina.
5 semanas já haviam se passado, Khalil estava rico ?, claro que não, o lugar não possuía as menores condicoes de higiene e descansar era inimaginável, se descansar era inimaginável imagine voltar a liberdade, kilos e kilos de pedras preciosas eram retiradas das minas e nem pelo menos 1% do lucro era entregue aos trabalhadores, o árabe em um momento de fúria pegou sua picareta e a cravou no peito de um dos guardas e quando os outros guardas chegaram o esperado aconteceu, os mineiros se juntaram a Khalil em sua pequena rebeliao e mataram aos outros guardas. O falso grego era astuto, e antes de todos largarem a mina ele saqueou todos os minerios que os trabalhadores haviam retirado, e agora ele já possuía um novo objetivo de vida, ele iria derrubar o governo e se tornar o novo líder do pais.
Era dezembro, o falso grego havia adentrado uma pequena facção de revolucionarios, em poucos dias suas ideias inovadoras haviam surtido efeito atraindo novos membros e aumentando o poderio ofensivo do grupo, e por méritos ele havia se tornado o estrategista da revolução, porem ainda havia outra organização de revolucionarios ainda mais poderosa que a sua. O primeiro passo a ser tomado era a união dos grupos, e uma reunião havia sido marcada entre ele e a líder do outro grupo de revoltosos, muitas pessoas iam se concentrando em torno de uma industria farmacêutica para escoltar os dois, o homem chegou ao mesmo tempo que a mulher que era chamada de Sara, ao entrar na farmacia os dois foram descendo as escadas que levavam em direção ao subsolo, Khalil se perguntava que pessoa seria essa tal de Sara, ela seria realmente tudo isso que dizem.
Os dois estavam sentados em uma mesa, um frente ao outro, Sara rapidamente iniciou a discussão - Quais as intenções do senhor em relação ao meu grupo - Khalil rapidamente lhe respondeu - Ora, mas isso eu achei que tinha deixado mais do que claro quando resolvi lhe propor essa conversa, a união entre os dois grupos para a aniquilação de todos os membros que constituem o governo - A moca ao ouvir as palavras proferidas pelo homem mostrou uma certa discordância - Não e necessário aniquilacao, apenas deixemos eles na cadeia por um periodo para fazer com que eles paguem por tudo que realizaram - Khalil não concordava com nada que ela dizia e ignorava tudo que ela falava, mas para a revolução ser realizada era necessário ter que se submeter ao que ela impunha para que as organizacoes por fim se tornem uma só, o falso grego levou sua mão a cabeça e impaciente disse a ela - Ta,ta, as organizacoes irão se juntar ? - Por alguns minutos a sala subterrânea ficou em silencio quando a mulher respondeu - Sim, eu planejo primeiro tomarmos esta cidade, e depois as outras para fazer com que o governo fique acuado - Irado o rapaz deu um soco na mesa enquanto lhe disse - Você esta louca ?, se quer derrubar o governo temos que atacar a capital !!!! - A moca tranquilamente lhe respondeu - Acalme-se - Cada vez mais furioso o árabe exclamou - Acalme-se, o pais indo de mal a pior e você me pede calma !!!! - Se segurando para não agredir a ninguém da escolta da mulher ele ia se retirando da sala quando parou por um momento e lhe disse - No inicio da noite de Natal atacaremos a capital, e eu acho bom você estar la junto de suas tropas.
Era dia de Natal, o dia do combinado do fim da republica atual do pais, Khalil estava junto de sua tropa passando algumas estrategias para o combate, ate que a jovem chegou junto de sua enorme massa de guerreiros prontos para a luta, 12:00 iria iniciar a batalha que determinaria o futuro do pais, cada segundo que se passava aumentava a preocupação de muitos que la estavam, as tropas iam lentamente marchando onde iria ocorrer a batalha. Um relogio apitava, era 12:00, as tropas corriam para cima dos guardas que perdiam a vida em um pequeno momento de distração, a superioridade inicial dos rebeldes já havia acabado, em cima de um prédio se localizava Khalil que assistia a tudo que ocorria no campo de batalha, da li ele dava ordens para seus soldados, as horas iam se passando e o banho de sangue não tinha fim, já estava escurecendo quando o mais temido aconteceu, os reforços do governo haviam chegado, e antes o que era uma luta parelha se tornou o jogo de um só, o exercito dos revoltosos iam se acoando cada vez mais, Khalil continuava a observar a batalha sem mexer um dedo, ele olhou alguns de seus homens fugindo e em meio a eles Sara também fugia, a batalha continuava ate que descobriram onde se encontrava Khalil que pulou do prédio que estava para outro enquanto jogava uma granada onde antes se encontrava, fazendo o prédio desabar caindo em cima de alguns soldados do governo, quando ele voltou a olhar para o cenario de guerra onde uma estranha figura acabava de lançar raios contra o exercito adversario os matando com um só golpe, o árabe pouco se importou com aquele ataque sobrenatural pois tinha mais oque fazer, então ele foi pulando de prédio em prédio ate chegar onde era o prédio dos deputados, ele pulou com uma voadora quebrando uma  das janelas que havia ali e entrando ao mesmo tempo, la dentro o presidente comia uma coxa de frango com um copo de refrigerante ao seu lado, quando ele percebeu Khalil ali dentro ele gritou por guardas, mas não havia mais nenhum, todos estavam mortos, então andando lentamente o falso grego puxou sua espada e pós sobre a garganta do presidente, e com um sorriso no rosto ele disse - Feliz Natal Sr. Presidente - Então ele puxou a espada decapitando o presidente, quando ia saindo para avisar ao seus companheiros sobre a vitoria uma forca fora do comum o fez se ajoelhar, quando olhou para trás um homem de cabelos avermelhados lhe disse - Não vai me convidar para terminar este banquete...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hakuryu
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 38
Data de inscrição : 22/06/2016

Ficha do personagem
HP:
3200/3200  (3200/3200)
CP:
3200/3200  (3200/3200)
Itens e Presentes:

MensagemAssunto: Re: [FICHA] - Khalil    Ter Ago 09, 2016 7:08 pm

App. E... *Couraça de Velociraptor....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[FICHA] - Khalil
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Ficha] - Sora D. Pierre
» Ficha - Lord Lucario
» ~ Como Atualizar sua Ficha ~
» [Ficha] Ryujin
» Ficha de Reclamação

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya Future Generation :: Fichas Aceitas-
Ir para: